quarta-feira, junho 20, 2007

Minha Nova Música!!!!

Bom dia cachorraaaaadaaaaaaaa!

Lembra que uma vez eu postei um som do Ed Motta que eu havia "ganho" de presente do Dodz? Pois bem, agora ganhei outra música, se não tão linda quanto a outra, linda demais ela é.

Com vocês: Black Alien - Como eu te Quero

Ah! Minha linda, eu te amo
Ah! Meu Deus, como eu te quero
Onde 'cê tiver eu vou
Você sabe que é sincero

É na sincera, meu coração bate, tipo, acelera
Quando isso acontece é quando eu sei que é à vera
Que já era, que a coisa é séria
Eu te amo além da matéria
Inverno agora, depois primavera
Chove lá fora e o bebê que você espera
Black Alien, meu bem, é o pai do neném
Então venha meu bem
Fazer bebês pra uma nova era
Começou quando eu te conheci
Você tá longe de mim, saudade boa de sentir
De dormir juntinho, acordar abraçado
Agradecer ao te ver linda, ali bem do meu lado
Você é minha mulher e me pede o que quer
Eu farei o que eu puder pra realizar o seu desejo
Te acordar e te cobrir de beijos, assim que eu vejo
Café na cama com suquinho, pão, geléia e queijo

Ah! Minha linda, eu te amo
Ah! Meu Deus, como eu te quero
Onde 'cê tiver eu vou
Você sabe que é sincero

Desde o início, olhar pra outra ficou cada vez mais
difícil
Pensei: "Com ela eu até quero compromisso"
Porque antes eu nunca tinha sentido isso
Levanta o meu moral, me dá auto-estima
Não me deixa sentir mal, elogia minha rima
E eu mostro serviço
Você me viu, achava engraçado
Sempre ficava rindo da cueca aparecendo
E da bermuda caindo
Te chamo de linda, 'cê me chama de lindo
A gente brinda, a vida segue seguindo
Nós vamos ficar velhinhos passeando de mãos dadas
E brincando com os netinhos
E de vez em quando um churrasquinho
Com os amigos e vizinhos
Me acompanha no caminho, não me deixe sozinho
Porque sem o seu amor, meu bem, eu sou um estranho no
ninho

Ah! Minha linda, eu te amo
Ah! Meu Deus, como eu te quero
Onde 'cê tiver eu vou
Você sabe que é sincero

Eu te amo até o fim, eu quero a vida sempre assim
Com você perto de mim
Ao som de Tom Jobim, Miles Davis e o seu trompete
Eu falo no seu ouvidinho, você se derrete
E aos domingos ouvindo Charles Mingus
Você me diz: "Vem em mim Gus"
E me promete debaixo do edredon
Ao som de Louis Armstrong
Que ninguém vai nos separar, nem a Babylon
Eu só quero ficar, não boto pilha pra sair
Eu, você e a TV, tá aconchegante aqui

Ah! Minha linda, eu te amo
Ah! Meu Deus, como eu te quero
Onde 'cê tiver eu vou
Você sabe que é sincero